Pin It

Óleo lubrificante – Sistema de Lubrificação

Óleo lubrificante – Sistema de Lubrificação

Opa tudo certo com você? Óleo lubrificante, vamos conversar a respeito do sistema de lubrificação hoje, aproveite o conteúdo e deixe seu comentário.

Óleo lubrificante – Viscosidade de um óleo. É considerada a medida da resistência ao escoamento, ou seja, a resistência que as moléculas de um líquido oferecem, impedindo que assim ela possa fluir.

Geralmente é a propriedade mais importante de um óleo lubrificante.

A viscosidade determina a dificuldade ou não de se dar partida em um motor. E também de serem trocadas as marchas da caixa de transmissão em climas mais frio.

É também, o fator que determina a capacidade de carga de um óleo sob condições de lubrificação contínua, (existe sempre uma película de óleo que separa completamente as partes móveis).

E também afeta a produção de força, e de calor gerados nos mancais e ainda, influi na eficiência de vedação do óleo, podendo acarretar o consumo excessivo do óleo.

Óleo lubrificante - Sistema de Lubrificação

A viscosidade de um óleo varia de acordo com a sua temperatura, pelo fato que todos eles fluem mais facilmente quando a temperatura
é alta.

Existem, óleos nomeados como multigrades, que conservam um ponto eficaz de fluidez perfeito a baixas temperaturas, facilitando o arranque e a circulação do óleo em temperaturas ambientes baixas.

Como deve se comportar um mecânico de carros?

E junto a isso, mantendo a viscosidade necessária em altas temperaturas, assegurando a lubrificação perfeita e menor consumo.

Um óleo SAE 10W50, por exemplo, a baixas temperaturas tem viscosidade parecida à de um óleo de viscosidade 10 (baixa) e a altas temperaturas, viscosidade semelhante à de um óleo de viscosidade 50 (alta).

Óleo lubrificante Sistema de Lubrificação 1 - Óleo lubrificante - Sistema de Lubrificação

Detergência do óleo

Nome esse que define a propriedade de alguns lubrificantes que a função consiste em dissipar ou manter suspensas as partículas de fuligem (carvão) e outros resíduos minúsculos existentes no lubrificante.

Propriedade anti atrito

Tem-se em mente que superfícies metálicas precisam deslizar a seco uma sobre a outra, ocorrendo uma resistência tão grande quanto forem as superfícies, o grau de aspereza ( de áspero) e a força da pressão.

No motor não é bem vindo as fricções a seco, que pode acarretar em danos e diminuir parte da potência, graças a essa lubrificação, elimina-se esta fricção a seco.

O lubrificante fica depositado nas ranhuras das superfícies ásperas, assegurando entre elas uma forma de camada contínua (filme de óleo), de maneira que uma possa facilmente deslizar sobre a outra.

Então… O que achou? Muito bom não é!

 

Um forte abraço e ate a próxima!!!

 

E-BOOK GRATUITO "5 PASSOS PARA SER UM BOM MECÂNICO AUTOMOTIVO"

E-BOOK GRATUITO "5 PASSOS PARA SER UM BOM MECÂNICO AUTOMOTIVO"

Baixe seu E-book grátis agora mesmo, e faça parte de atuais e futuros profissionais no ramo automotivo que estão decididos a ser melhores a cada dia que passa.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Gabriel Campos de Bastiani
Gabriel Campos de Bastiani

Formado em Técnico em Sistemas Automotivos (CREA:221020452-6) e espero trocar conhecimento com todos aqueles que gostam do ramo automotivo, e pretendem montar seu próprio negocio no ramo ou aperfeiçoar seu conhecimentos.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.