Pin It

Cambio de marchas e embreagem

Cambio de marchas e embreagem

Vamos conversar um pouco a respeito de Cambio de marchas? A… E claro a Embreagem também.

Digamos que você esteja pedalando sua bicicleta por uma estrada plana e asfaltada, sem nenhuma dificuldade para desenvolver uma velocidade constante.

Ao chegar em um morro íngreme, o esforço para subir faz com que você pedale mais devagar.

A velocidade fica cada vez menor e na subida você não consegue pedalar.

Para que seja possível vencer as dificuldades, as bicicletas possuem marchas, que nada mais é do que um conjunto de engrenagens na roda traseira.

Estas engrenagens vão se encaixando conforme a necessidade, com a ideia de ajudar o ciclista, independentemente da rua ou estrada.

No carro, a transmissão tem a função de adaptar e controlar a potência do motor, de uma maneira em que o veículo possa ter uma arrancada suave, aceleração rápida, capacidade de subir morros íngremes e transportar cargas pesadas.

Existem dois tipos de transmissão utilizados em nossos veículos, manual e automática. As duas são acionadas pela alavanca de mudanças, da forma que é apresentado a seguir.

Cambio de marchas e embreagem

Como deve se comportar um mecânico de carros?

Cambio de marchas e embreagem 1

Sistema de embreagem

Se o carro é equipado com a transmissão manual, é obrigado possuir o conjunto da embreagem, que fica entre o motor e a transmissão, podendo ser acionado pelo pedal à esquerda.

Quando esse pedal não está acionado, o motor e a transmissão encontram-se ligados.

Dessa forma, a potência do motor chega à transmissão e depois ao diferencial e às rodas, quando o carro é movimentado.

Quando este pedal é acionado, o giro do motor fica separado da transmissão, e a potência do motor não chega até ela, sendo possível que nesse momento, as marchas sejam trocadas de forma suave.

Sistema de embreagem

Componentes e funcionamento da embreagem

Basicamente, o conjunto da embreagem é formada pelo volante e platô, fixos ao motor e que giram na mesma rotação, e o disco da embreagem, ligado ao eixo primário da transmissão.

O pedal cabo (ou conjunto hidráulico) da embreagem, garfo e rolamento são os componentes do sistema.

O volante é preso com parafusos na extremidade do virabrequim (árvore de manivelas), e o platô parafusado ao volante.

O disco da embreagem fica localizado entre o volante e o platô, sendo comprimido contra o volante pelo platô.

Quando o pedal da embreagem não está sendo acionado pelo condutor do veiculo, os três componentes (volante, platô e disco) giram junto com o virabrequim (árvore de manivelas).

Na hora em que o pedal é acionado, o cabo da embreagem (ou conjunto hidráulico) aciona o garfo, que por sua vez desloca o rolamento, que faz com que o platô deixe de comprimir o disco contra o volante, desconectando assim, o motor da transmissão.

Neste momento, a alavanca de mudanças pode ser movimentada, para trocar de marcha.

Ao tirar o pé do pedal da embreagem, o motor e a transmissão voltam a se ligar novamente.

Componentes e funcionamento da embreagem

Paralelamente ao trem de engrenagens, existe um outro eixo, que é chamado de principal, no qual há outras engrenagens que formam
pares com as do trem de engrenagens.

No eixo principal, localiza-se também os conjuntos sincronizadores, comandados por garfos.

Quando se aciona o pedal da embreagem e se movimenta a alavanca de mudanças, ela aciona o garfo, que faz funcionar o conjunto sincronizador.

Nesta hora, o conjunto faz o acoplamento do par de engrenagens correspondente à marcha que está sendo engatada.

Quando a marcha-à-ré é engatada, as engrenagens também se movimentam, com a diferença de que entre elas existe uma engrenagem intermediária que fazem que seja realizada a inversão da rotação do eixo principal.

 

Grande conteúdo não é mesmo???

Até a próxima!!!

E-BOOK GRATUITO "5 PASSOS PARA SER UM BOM MECÂNICO AUTOMOTIVO"

E-BOOK GRATUITO "5 PASSOS PARA SER UM BOM MECÂNICO AUTOMOTIVO"

Baixe seu E-book grátis agora mesmo, e faça parte de atuais e futuros profissionais no ramo automotivo que estão decididos a ser melhores a cada dia que passa.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Gabriel Campos de Bastiani
Gabriel Campos de Bastiani

Formado em Técnico em Sistemas Automotivos (CREA:221020452-6) e espero trocar conhecimento com todos aqueles que gostam do ramo automotivo, e pretendem montar seu próprio negocio no ramo ou aperfeiçoar seu conhecimentos.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.